quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Distúrbio do sono...Entenda um pouco.


Dificuldade para dormir? Mesmo cansado, esgotado...Mas mesmo assim, não consegue entrar no sono profundo? Entenda um pouquinho como ocorre esse mecanismo do sono:

No período de sono o organismo humano entra em repouso habitual e periódico. As características desse estado são: suspensão provisória da consciência, relaxamento dos sentidos e dos músculos, diminuição do ritmo circulatório e respiratório e presença de atividade onírica.

Em função das exigências da vida moderna, problemas relacionados ao sono ocorrem devido ao excesso de trabalho, alimentação inadequada, vivência de emoções negativas e doenças nervosas, comprometendo assim a saúde de uma pessoa.

Um sono considerado normal é aquele que proporciona ao indivíduo uma sensação de bem-estar ou descanso físico e mental, com recuperação de energias, possibilitando-lhe ter condições adequadas e suficientes para execução das tarefas do dia a dia.

A privação do sono tem como efeitos a diminuição do desempenho psicomotor, lapsos de atenção, dificuldades de concentração, redução da memória para acontecimentos recentes, mau humor, sensação de fadiga, irritabilidade e até estados confusionais.

Exercícios físicos praticados de forma regular promovem benefícios ao sistema cardiovascular, respiratório, endócrino e muscular, redução da depressão e ansiedade, e melhoria da qualidade e eficiência do sono.


Uma das recomendações para a melhoria do sono pode ser o Método Pilates, que por meio de seus princípios e filosofia, promove sensações de tranquilidade, bem-estar e consciência corporal, sendo considerado um treinamento físico e mental, onde no Pilates caracteriza-se como uma tentativa de controle consciente e equilibrado dos músculos envolvidos nos movimentos. 

Joseph Pilates definiu seu trabalho como perfeito equilíbrio entre o corpo, mente e espírito, garantindo assim boa saúde e desenvolvimento natural.

Através de vários estudos, já foi possível constatar benefícios do Pilates, na melhora do sono, como por exemplo, melhora da ansiedade, que ocorre, possivelmente, pela mudança da capacidade respiratória (principalmente a expiração), pois se o indivíduo ansioso é capaz de aprender a expirar, pode-se, até certo ponto, modificar a sua condição energética diafragmática onde a ansiedade está contida. O Pilates mobiliza a musculatura desta região e, na medida em que a respiração é solicitada durante a execução dos exercícios, esta se torna um ato voluntário e consciente. Esta condição de consciência auxilia a pessoa ansiosa a perceber a sua respiração superficial e irregular.

Outro beneficio que foi  obtido nas avaliações, foi a melhora dos roncos e do quadro de apneia do sono, a qual se caracteriza por repetidas obstruções das vias aéreas superiores resultando em episódios de pausas respiratórias, diminuição da oxigenação sanguínea e fragmentação do sono.

Observou-se também  redução do tempo para iniciar o sono, aumento do tempo que permanecem dormindo, minimização da agitação durante o sono (inquietações, roncos e apneia) e redução do uso de medicamentos. 

Enfim, nos estudos já feitos em relação ao Pilates X Qualidade do sono pode ser notado grande melhora do padrão e da qualidade do sono, consequentemente melhora do rendimento profissional e bem estar físico e emocional.

Venha conhecer nosso Studio, agende uma aula experimental, você não vai se arrepender!

Soluções atuais não só para quem sente dores, mas também para quem busca o equilíbrio.




Enviar para o Twitter

Um comentário:

  1. oi linda amei seu blog, estou super seguindo,..
    sucesso pra voce..
    me segue?
    http://mundodavanessamakeup.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe aqui suas ideias, sugestões e/ou dúvidas.